Número de Coaches no país cresce 300%

Número de Coaches no país cresce 300%

Entre 2012 e 2015, o número de coaches no Brasil cresceu 300%, de acordo com pesquisa da Internacional Coaching Federation (ICF).  Ainda que sustentando números significativos, a atuação profissional dá passos tímidos no país: segundo a PwC, o setor brasileiro está bem atrás de mercados norte-americanos e europeus, onde havia, em 2015, uma média de 40 coaches para cada milhão de habitantes.

Na lei do mercado, o aumento na demanda gera um aumento na oferta. O expressivo número de novas certificações para coachs é a afirmação de que o interesse pelos serviços oferecidos tem tido aderência no mercado. Como na maioria dos setores, porém, a procura sofre oscilações ao longo dos meses.

1. café empreendedor-infográfico

“O interesse por coaching, no Brasil, é bastante sazonal. As buscas aumentam entre maio e abril e caem bastante em junho, voltando a se recuperar apenas em outubro – para sofrer nova queda em dezembro”, afirmou o Grupo La Torre, responsável pelas análises.

Outro aspecto relevante aos profissionais é a necessidade de se diferenciar. Face à crescente concorrência, os coaches têm procurado formas de atingir nichos. As várias especialidades são uma realidade, mas ainda não têm força para se sustentar individualmente. As derivações são pouco expressivas no interesse do consumidor: life coaching, por exemplo, um tipo de treinamento de Coaching voltado para a auto-realização e o desenvolvimento interior, representa apenas 1% das buscas por coaching no geral. A conclusão é que ainda levará um tempo para que o brasileiro conheça as especialidades e comece a buscar por elas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale aqui
1
Olá, tudo bem !
No que posso te ajudar ?
Powered by