O que é investimento em Tesouro Direto?

O que é investimento em Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos para pessoas físicas. O investidor adquire esses títulos por um período de tempo, e na data do resgate, recebe de volta o valor investido acrescido de juros. É como uma operação de empréstimo ao Governo Federal para o financiamento da dívida pública.

A compra de títulos públicos é uma alternativa de investimento de baixo risco, porque a possibilidade do Governo Federal falir ou quebrar é muito pequena. Esse é um dos grandes motivos de boa parte dos ativos de um banco serem aplicados na compra desse tipo de título, o que certifica o baixo risco de crédito do investimento.

Existem vários tipos de títulos públicos, que variam entre títulos pré-fixados e pós-fixados, de curto, médio e longo prazo. A escolha de qual é o melhor para se investir vai depender do objetivo de cada investidor.

dinheiro-2Os títulos com valores de juros pré-fixados, como o próprio nome diz, são aqueles onde o investidor sabe qual será o valor resgatado no final do prazo da operação. É mais indicado para os investidores que apostam que as taxas prefixadas serão maiores do que a Selic, taxa básica de juros da economia que pode variar de acordo com diversos fatores, como economia nacional, política, impactos internacionais, entre outros.

Os títulos com valores de juros pós-fixados são os que, além do valor de uma taxa pré-definida, recebem também o acréscimo de um indexador, que pode ser a Selic ou o IPCA (inflação). Indicado para quem acredita que esses indexadores podem superar a taxa fixa de juros dos títulos citados anteriormente.

Dentre essas modalidades, os prazos de pagamento de cada título também variam. Alguns disponibilizam o resgate total a cada seis meses, porém, outros são mais vantajosos para quem pode esperar um prazo maior para o resgate. O ideal é que, independente do título escolhido, o resgate seja preferencialmente feito ao final da vigência do contrato, pois as garantias de maiores lucros são muito mais altas.

Mas independentemente do tempo que o investidor opta por deixar o dinheiro rendendo, caso aconteça algum imprevisto e precise resgatar ou simplesmente queira interromper a aplicação antes do prazo, uma das vantagens do investimento no tesouro direto é que ele oferece uma liquidez diária. Não há prazo de carência para revender os títulos, pois o Tesouro Nacional realiza recompras diárias dos títulos vendidos.

Esse tipo de investimento não isenta o investidor de arcar com o Imposto de Renda (IR) sobre os lucros obtidos, porém, ele é pago apenas no momento do resgate, seguindo uma regra de porcentagem de: 22,5% sobre rendimentos para aplicação de até 180 dias; 20% para aplicações entre 181 dias e 360 dias; 17,5% sobre rendimentos para aplicações com prazo de 361 até 720 dias; 15% para aplicações com prazo maior que 720 dias. Ou seja, quanto mais tempo o dinheiro ficar aplicado, menor será a alíquota cobrada.

O Tesouro Direto contribui para a diversificação das alternativas de investimento disponíveis no mercado financeiro, oferecendo títulos com diferentes tipos de rentabilidade, diferentes prazos de vencimento e diferentes fluxos de remuneração, mesmo sendo uma aplicação de baixo risco de mercado, além de ser acessível, permitindo investimentos a partir de R$30,00, dentre outras vantagens.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale aqui
1
Olá, tudo bem !
No que posso te ajudar ?
Powered by