Em tempos de crise, trabalhar como freelancer pode ser uma boa alternativa

Em tempos de crise, trabalhar como freelancer pode ser uma boa alternativa

A palavra freelancer é o termo em inglês utilizado para denominar o profissional que atua de forma autônoma ou independente, no atendimento a empresas ou pessoas físicas, que buscam um profissional para executar algum tipo de serviço para elas.

Freelance working concept.Muitos trabalhadores com empregos fixos já atuavam também como profissionais freelancer, a fim de conseguir uma renda extra para poder fechar as contas no fim do mês com tranquilidade. Porém, diante da atual crise econômica, o modelo de trabalho independente tem cada vez mais se tornado uma alternativa fixa de rendimento entre os desempregados.

Muitas empresas tem recorrido a esses profissionais quando precisam executar um projeto específico. Devido aos altos custos necessários para manter um funcionário registrado formalmente, acaba sendo muito vantajoso poder contar com esse tipo de profissional, que muitas vezes possui um alto nível de conhecimento e consegue suprir uma deficiência específica no quadro de funcionários fixos da empresa.

Mas trabalhar de forma autônoma como freelancer não é tão simples quanto parece. O mercado cada vez mais exigente pede profissionais qualificados para a execução de diversos serviços. E quando se fala em qualificação, não quer dizer apenas ter bons conhecimentos técnicos, mas também ter disciplina, ser organizado, estar sempre atualizado com as novidades do mercado e saber desenvolver uma boa comunicação com os clientes. Essas características são muito importantes para se destacar diante da concorrência e conseguir manter a carteira de clientes fidelizada e satisfeita com o serviço prestado.

O profissional que quer seguir no mercado de trabalho como freelancer também precisa manter o equilíbrio econômico e emocional em dia. Por ser uma modalidade de trabalho sem vínculos empregatícios, da mesma forma como pode ter muito trabalho em um mês, no outro pode não ter, então saber lidar com essa inconstância é muito importante.

Há alguns anos, a maioria dos trabalhadores freelancer eram voltados à área de comunicação, como jornalistas, publicitários ou designers, mas hoje em dia o cenário é outro. Estima-se que só no último ano, o número de profissionais que trabalham de maneira autônoma aumentou cerca de 30%, e um estudo indica que atualmente os segmentos mais procurados pelas empresas que buscam esses profissionais são os de TI (tecnologia da informação), programação, tradução, criação de conteúdo, marketing, entre outros, ou seja, o mercado está cada vez mais abrangente oferecendo boas oportunidades profissionais em diversas áreas de atuação.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale aqui
1
Olá, tudo bem !
No que posso te ajudar ?
Powered by