Falsários se passam por fiscais do Procon para enganar comerciantes.

Falsários se passam por fiscais do Procon para enganar comerciantes.

Falsários estão se passando por funcionários do Procon para enganar e tirar dinheiro de comerciantes de Paulínia. A ação criminosa obrigou o órgão de proteção ao consumidor a divulgar um alerta esta semana.

    Os falsos funcionários do órgão vendem placas de divulgação dos números do Procon para orientação do consumidor, exemplares do Código de Defesa do Consumidor e “imunidade” contra fiscalização.

    As denúncias de golpe na praça utilizando o nome do Procon foram feitas por comerciantes ao órgão de defesa do consumidor, que esclarece que não vende placas nem códigos de lei.

     No site da instituição é possível encontrar o Código de Defesa do Consumidor para impressão gratuitamente no endereço eletrônico  www.procon.sp.gov.br/pdf/CDCcompleto.pdf.

     Os comerciantes também podem retirar, sem qualquer custo, as placas de divulgação dos números do Procon, bem como o Informativo com Orientações, na sede do órgão.

    O Procon Paulínia funciona na Avenida Getúlio Vargas, 451, no bairro Nova Paulínia, de segunda, quarta e sexta-feira, das 8h30 às 11h30; e de terça e quinta feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h.

     O órgão explicou que seus fiscais atuam, no mínimo, em duplas, usam crachás, coletes e veículos identificados. “Atos fiscalizatórios não são comunicados previamente por telefone ou qualquer outro meio”.

     Segundo o Procon, qualquer ato diferente deste padrão deve ser denunciado à polícia. A Guarda Civil de Paulínia atende pelo telefone 153; a Polícia Militar, 190; e a Polícia Civil, (19) 3874-1411.

Deixe uma resposta

Fechar Menu