Juros, dólar e investimento no exterior: os fundos multimercados que bateram o CDI em março
Passersby wearing protective face masks following an outbreak of the coronavirus disease (COVID-19) are reflected on a screen displaying stock prices outside a brokerage in Tokyo, Japan, March 17, 2020. REUTERS/Issei Kato

Juros, dólar e investimento no exterior: os fundos multimercados que bateram o CDI em março

Um levantamento da consultoria Quantum feito a pedido do Seu Dinheiro mostra que 83 fundos conseguiram superar no mês passado o retorno de 0,34% do CDI, indicador de referência. Saiba como os gestores ganharam dinheiro no meio do furacão

O banho de sangue nos mercados provocado pelo pânico com a disseminação do coronavírus cobrou seu preço na cota da maioria dos fundos de investimento no mês passado.

Como não podia ser diferente, os multimercados não escaparam do choque. O índice calculado pela Anbima (IHFA) que reúne o desempenho dos principais fundos da indústria apresentou uma queda de 6,24% em março.

Mas, pelo menos para alguns gestores, o coronavírus até agora não passou de uma “gripezinha”. Eles não só conseguiram se desviar da crise e proteger o capital como ganharam dinheiro.

Um levantamento da consultoria Quantum feito a pedido do Seu Dinheiro mostra que 83 fundos conseguiram superar no mês passado o retorno de 0,34% do CDI, indicador de referência.

A amostra considera 443 multimercados que reúnem pelo menos 500 cotistas e R$ 50 milhões em patrimônio líquido.

Como a ideia do levantamento é mostrar o trabalho do gestor, eu excluí da lista os fundos que operam com uma estratégia específica em qualquer cenário, como por exemplo investir em ouro.

É sempre bom lembrar que a decisão de investimento em um fundo não deve considerar retornos em janelas tão curtas de tempo. Mais do que a rentabilidade, a ideia aqui é mais apresentar as estratégias que deram certo enquanto o resto do mundo financeiro derretia.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale aqui
1
Olá, tudo bem !
No que posso te ajudar ?
Powered by