Como realizar o sonho da casa própria mesmo ganhando pouco?
Poupe para não acabar gastando o dinheiro com compras supérfluas ou desnecessárias/ Foto: Getty Images

Como realizar o sonho da casa própria mesmo ganhando pouco?

Economista Gabriela Chaves, que ensina economia por meio das rimas dos Racionais MC’s, compartilha algumas dicas.

“Paciência e disciplina para conquistar esse objetivo por meio dos investimentos e não dos endividamentos”, afirma a economista Gabriela Mendes Chaves, 25 anos, sócia-criadora da escola de educação financeira No Front, que usa exemplos das músicas do grupo de rap Racionais MC’s para falar sobre como realizar grandes sonhos por meio da economia e do planejamento.

Gabriela conta que na música Vida Loka parte 2, que faz parte do material didático do curso “Empoderamento Financeiro”, Mano Brown, vocalista da banda, fala o quanto a ostentação representa o cidadão periférico. Ou seja, “tudo bem sonhar com uma casa própria, com um celular de última geração ou com um tênis caro, que seja, mas a questão é refletirmos sobre como obter o que queremos e como isso impacta a nossa vida a longo prazo”, diz Gabriela.

Com isso, a economista aponta maneiras para planejar a gestão do dinheiro abrindo mão de pequenos prazeres e até de auto-cobranças excessivas para atingir metas pessoais. O primeiro passo é colocar no papel quais são as receitas (todo o dinheiro que entra por mês), quais são as despesas obrigatórias (contas, alimentação, saúde, educação, taxas de serviços, etc.) e quais são as despesas opcionais (como TV a cabo ou assinatura digital, aquele churrasco com os amigos e o transporte por aplicativo, por exemplo).

O passo seguinte é tomar as providências necessárias para reduzir esses gastos.

“Entre elas, trocar o banco que cobra taxa pela cesta de serviços por uma agência online que não faz esse recolhimento, eliminar a tarifa altíssima do cartão de crédito e também todos os pagamentos a prazo – o que dá a falsa sensação de poder de compra daquilo que de repente não faz nenhum sentido diante dos objetivos que estamos mirando”, conta Gabriela. “As pessoas não acreditam, mas evitando esse tipo de gasto, o investimento passa a fazer sentido e a conquista é algo real.”

Outra forma ainda de manter as finanças em ordem é fazer listas de compras de itens básicos. A quantidade de opções disponíveis nas gôndolas dos supermercados tira a atenção de qualquer pessoa. Por isso, anote o que está faltando em um papel ou no próprio celular. Existem aplicativos, como o Boa Lista e iList Touch, que ajudam nessa tarefa. E siga rigorosamente as anotações, para não acabar fazendo compras supérfluas ou desnecessárias. Comparar os preços também é fundamental para economizar.

Por fim, domine a regra dos 10 segundos e dos 30 dias. Evitar o prazer instantâneo é uma das regras mais fundamentais no que se refere a finanças pessoais. Por isso, pare por 10 segundos e verifique se você realmente precisa do produto. Caso não encontre uma boa resposta, deixe o item onde ele estava. Isso vai te impedir de fazer compras por impulso. Se fizer o exercício por um mês, será possível notar que o desejo de compra passou e haverá algum dinheiro guardado simplesmente por ter esperado.

De acordo com Gabriela, 2.500 alunos já passaram pela No Front. O público do curso “Empoderamento Financeiro” é formado por 90% de pessoas negras e 65% de mulheres, com alguns casos que são orgulho para a escola, como a jovem de 22 anos que chegou cheia de dívidas no cartão de crédito e, hoje, cerca de um ano depois, está pagando seu primeiro intercâmbio internacional.

FONTE: Estadão Imóveis

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale aqui
1
Olá, tudo bem !
No que posso te ajudar ?
Powered by