Flexibilização em SP vai priorizar cultura, turismo, comércio e atividade imobiliária

Flexibilização em SP vai priorizar cultura, turismo, comércio e atividade imobiliária

A afirmação foi feita por Patricia Ellen, secretária estadual do Desenvolvimento Econômico

A flexibilização da quarentena no estado de São Paulo pretende priorizar setores mais vulneráveis economicamente, como o comércio, a atividade imobiliária, a cultura e o turismo. As informações foram confirmadas pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, nesta quinta-feira.

“O comércio, a atividade imobiliária, construção, toda parte de turismo, cultura, economia criativa. Então, essa é a primeira lista como exemplo que a gente sabe que são setores mais impactados e que precisam de uma atuação emergencial mais focada”, afirmou a secretária, em entrevista à “TV Globo”.

O governador João Doria (PSDB) disse na quarta-feira (22) que as propostas dos setores produtivos para a reabertura gradual de comércios e serviços não essenciais serão submetidas à análise do Centro de Contingência do coronavírus de São Paulo. Ele reforçou a manutenção permanente do diálogo com os setores produtivos e empresariais, mas frisou que as atuais regras da quarentena só serão alteradas de forma heterogênea a partir de 11 de maio.

“Até o dia 10 de maio, não haverá nenhuma alteração na quarentena. Os critérios daquilo que virá a partir do dia 11 serão diferenciados e de acordo com dados científicos apurados em cada cidade e pelas regiões do Estado”, afirmou Doria. “Definiremos gradualmente os protocolos para essa volta responsável e segura à normalidade econômica, mas protegendo vidas”, acrescentou.

Fonte: Gazeta de SP

Receba atualizações do site em seu e-mail

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale aqui
1
Olá, tudo bem !
No que posso te ajudar ?
Powered by